Cinomose | Conheça os Riscos Dessa Doença Para seu Cachorro

Cinomose | Conheça os Riscos Dessa Doença Para seu Cachorro

Cinomose: Conheça Tudo Sobre essa Doença

Você já ouviu falar em cinomose? Essa é uma doença grave que afeta especificamente os cães filhotes e os idosos que encontram-se com baixa imunidade, mas essa doença contagiosa também pode acometer qualquer cão, em qualquer idade

A cinomose também é conhecida como CDV, sigla em inglês para “vírus da cinomose canina”, é uma enfermidade causada por um vírus da família Paramyxovirus que tem alta taxa de mortalidade entre os pets, além de deixar inúmeras sequelas, pois essa doença ataca o sistema nervoso central, gastrointestinal e respiratório do cãozinho. 

A cinomose é a segunda doença contagiosa que mais mata cachorros no mundo, e geralmente elas costumam acometer aqueles pets filhotes que ainda não tomaram todas as vacinas, ou aqueles mais idosos que não recebem a dose de reforço anual da vacina V8 e V10.

No geral, essa enfermidade não afeta os demais animais domésticos, por isso se você se preocupa com o seu cãozinho precisa entender tudo sobre a doença contagiosa a fim de saber como evitá-la para poder cuidar da melhor maneira do seu amigo.

Pensando nisso, o Pantanal Pet Shop em Vitória – ES, preparou este guia completo com todas as informações que você precisa saber sobre esta doença canina: Confira!

Entenda as Causas, Sintomas e como Ocorre a Transmissão da Cinomose

A cinomose é uma doença contagiosa e perigosa entre os cães, pois ela pode levar à morte do seu pet ou até mesmo pode provocar sequelas graves e permanentes, como:

  • Perda da cognição, quando o cachorro não entende os comandos que você diz ou tem alterações de comportamento;
  • Alterações de equilíbrio e locomoção;
  • Mioclonias (tiques nervosos);
  • Paralisia;
  • Paraplegia;
  • Tetraplegia;
  • Convulsões.

Ou seja, a cinomose afeta a saúde e o bem-estar do seu pet, por isso é importante que os tutores fiquem bem informados e a fim de tomarem todos os cuidados necessários para evitar a transmissão dessa doença,

Mas, afinal como ocorre a transmissão desta doença contagiosa? Como transmitida entre os  ela é transmitida entre cães, ela ocorre a partir do contato do animal com um pet infectado, seja por meio de um contato direto entre os pets, pois o cachorro contaminado elimina o vírus da cinomose canina por meio da urina e outras secreções do corpo, como por exemplo as fezes, ou pelo contato  indireto que ocorre através de objetos contaminados.

Por isso, é muito importante que os tutores que tenham mais de um amiguinho se atentem aos sinais e sintomas dos pets para evitar deixar com que um cãozinho contaminado tenha contato com os demais. 

Outro ponto importante que é preciso ter a atenção redobrada é que esse vírus pode sobreviver por até 3 meses no ambiente, portanto diante do diagnóstico da doença, é preciso redobrar a atenção com a higienização do local através de uma boa limpeza com o uso de  qualquer tipo de desinfetante.

Quais são os sintomas deste problema canino?

Os principais sintomas que os veterinários do Pantanal Pet Shop em Vitória ES reconhecem nos cães que estão contaminados com a cinomose são:

  • corrimento nasal e ocular;
  • perda de apetite;
  • tosse;
  • febre;
  • diarreia;
  • apatia

Após um período essa doença contagiosa os sintomas costumam se agravar, afetando mais a respiração e o sistema neurológico do pet, apresentando problemas como:

  • cansaço;
  • pneumonia;
  • espasmos musculares;
  • crostas ásperas no focinho;
  • bolinhas com pus na região do abdômen.

Saiba como Prevenir que seu Pet Tenha Cinomose?

Para evitar que seu amiguinho de quatro patas desenvolva essa doença contagiosa, a dica essencial que os médicos veterinários do Pantanal Pet Shop em Vitória/ES indicam para prevenir a doença é a vacina. 

A vacina para cinomose consiste em 3 doses iniciais para os cães filhotes com intervalo de 3 a 4 semanas entre cada uma, e anualmente é fundamental ter o reforço da vacina mais conhecida como polivalente, V8 ou a V10, que protegem contra essa e outras doenças. 

E lembre-se de fazer o reforço da vacina anualmente, assim  seguindo atentamente o calendário de vacinação indicado pelo veterinário do seu pet você irá garantir a proteção total do seu cachorrinho.

Como Acontece o Diagnóstico e o Tratamento da Cinomose Canina?

Como visto, a cinomose canina apresenta alguns sinais e sintomas específicos e para saber se seu pet contraiu essa doença infecciosa é preciso levá-lo ao médico veterinário para que ele peça uma série de exames clínicos, como anamnese (entrevista com o tutor), hemograma, PCR (que busca o material genético do vírus)
e outros exames laboratoriais.

Após o médico veterinário identificar que seu pet está infectado com a  cinomose canina surge o questionamento: Essa doença tem cura?

Muita gente não sabe, mas ainda não existem muitas alternativas para curar o cachorro que sofre com cinomose. O tratamento é realizado por meio de uma combinação de medicamentos a fim de tratar e minimizar os  sintomas e evitar com que possam surgir outras infecções.

Geralmente, o veterinário utiliza-se de diversos medicamentos mas tudo depende do estado do seu animal, como:

  • Antibióticos;
  • Soros para evitar a desidratação por diarreia;
  • Expectorantes para a tosse;
  • Anticonvulsivantes;
  • Antitérmicos para a febre;
  • E pomadas e cremes para os sintomas na pele.

Agora que você viu sobre o que se trata a cinomose e como essa doença contagiosa pode conferir sérios riscos para a saúde do seu pet, fique atento e procure levá-lo periodicamente ao veterinário para que ele possa ir acompanhando o estado de saúde do seu cãozinho.

Gostou deste conteúdo? Acesse o blog do Pantanal Pet Shop em Vitória – ES tenha mais informações incríveis a respeito da saúde animal!

Deixe um comentário